Sorry, your browser doesn't support Java.

Américo

( Professor e Morador de Mauá )

Magé, RJ., em 25 de janeiro de 2004.

 

          Quero deixar aqui a minha indignação com essa prestadora de serviços de comunicações chamada “TELEMAR” e também com esse órgão regulador, o qual deveria fazer valer o seu “OFÍCIO”, chamado “ANATEL”.

           Desde que privatizaram as comunicações, e nos brindaram, diga-se de passagem, sem consulta pública e sem escolha, a operadora TELEMAR que está fazendo o que quer aqui na cidade de Magé, inclusive desrespeitando a DETERMINAÇÃO ASSINADA POR UM JUIZ DA VARA FEDERAL DE MAGÉ NO PROCESSO 2003.51.14.000293-4, cujo processo determina a cobrança como ligações locais, com origem e destino nos limites dos distritos pertencentes a Magé.

           A bagunça e o desrespeito que essa operadora está fazendo é CASO DE POLÍCIA. Vejamos:

 

1)     Até fevereiro de 2003 nos era cobrado tarifação como degrau tarifário D1, quando segundo esta operadora e Anatel, deveria ser CONURBADA, isto sem levar em conta, que usamos o DDD 21, por aí começa. O fato é que de março até agosto de 2003, deixaram de cobrar como DDD , levando em conta que nunca deixei de fazer a ligações convencionais e os acessos a Internet, o que antes de fevereiro/03 eu fazia, porém eu fazia um controle de gastos; de setembro/03 para cá voltaram a cobrar, primeiro não avisaram que deixariam de cobrar e depois não informaram que voltariam a cobrar, isso é obrigação da empresa prestadora dos serviços telefônicos(TELEMAR) de acordo com a lei de defesa do consumidor.

Até fevereiro/03 com meu controle de gastos a conta girava entre R$ 130,00 a R$ 200,00; de março a agosto/03 passou a ser cobrado entre R$ 50,00 e R$ 90,00 e a partir de setembro/outubro/novembro e dezembro/03, R$ 117,00; R$ 387,00; 430,00 e R$ 230,00 respectivamente. Como pode ser observado, isso e um absurdo.

Desde outubro/03 venho reclamando com a TELEMAR e ANATEL, inclusive aquela vem mudando a data dos vencimentos sem minha autorização, e o que é pior quando reclamo pedido à segunda via, eles(operadores/atendentes) pedem que eu tire esta segunda via pela Internet o que não é minha obrigação e sim deles, após muito pedir, é mandada esta segunda via com datas para pagamento já vencidas quando chega em minha residência e novamente o que é pior, no mês de outubro/03 não mandaram esta segunda via, alegando que os correios extraviaram, e quando mandaram no mês de novembro/03, mandaram uma notificação, me intimidando, dizendo que suspenderiam os serviços telefônicos, rescisão de pleno direito do Contrato de Prestação de Serviços, inclusão do nome do devedor nos Serviços de Proteção de Crédito, SERASA entre outros. Hoje janeiro/2004, continuo passando pelos mesmos constrangimentos e esta operadora (TELEMAR), sempre dizendo que não procede todos os meus argumentos e sempre neste período tudo aqui relatado, com registros desta operadora e com o conhecimento da ANATEL que também me passa o registro. Para não perder os serviços telefônicos fui obrigado a fazer um acordo, ‘E QUE ACORDO”, parcelando a minha dívida de outubro/novembro/03 e sem mandar a conta do mês de dezembro/03, com alegação que eu estava inadimplente e, portanto os valores estavam muito altos; a dívida era de R$1.024,55, fui obrigado a pagar cinqüenta por cento de entrada, para não bloquearem a linha e o restante parcelei em seis prestações.

 

2)     Os valores aqui contestados são em referência ao acesso ao provedor

UOL, pois quando assinei o contrato em 17/09/2003 com esta empresa, falou-me que tinha ponto de acesso na cidade de Magé, e, portanto as ligações seriam cobradas como ligação local, o que não aconteceu, isto porque nas contas de outubro/novembro 03 estão sendo cobrados como ligação DDD. Entrei em contato com a TELEMAR fazendo a reclamação, a mesma ora diz que a empresa UOL tem ponto de acesso ora diz que não e o mais estranho nisso tudo é que aqui em Magé mesmo com a determinação para cobrança como ligação local de acordo com o processo judicial, somos obrigados a colocar o código de seleção da prestadora, ou seja “0XX21 + os oito números do telefone de origem, isto para telefones convencionais ou para o provedor. Venho indagando ate presente momento (janeiro/04)” “O PORQUE DISSO” e não obtenho resposta satisfatória e mais foi verificado por mim e outros assinantes do provedor UOL daqui de Guia de Pacobaíba, mais conhecido como Mauá, distrito da cidade de Magé, que desde o mês de novembro/03 não é mais necessário à colocação do “0XX21 + 15002222” para acessar o provedor e sim “15002222” e também venho verificando que de novembro/03 para cá deixaram de me cobrar, porém com outros assinantes continuam cobrando; como isto pode acontecer e porque me cobraram nos meses de outubro/dezembro/03. Alegação da TELEMAR e ANATEL, a qual aceita esta alegação, continua dizendo que a empresa UOL não tem ponto de presença em Magé.

 

 

3) Como todos podem ver, os descalabros que ambas as empresas estão nos

     impondo sem contar as cobranças indevidas, e o pior não sei a quem

     mais recorrer.

 

          Finalizando, deixo aqui mais uma vez em meu nome e de todos os Mageenses, os quais deveriam fazer o que estou fazendo, ou seja: “Gritando e exigindo os nossos direitos” só assim esta empresa TELEMAR, talvez, deixa-se de fazer o que está fazendo e sem contar que não temos representatividade política em nosso Município e deixo aqui os dizeres de Silney,  indignado com tal situação durante três anos e também escreve em suas cartas já direcionadas a vários órgãos inclusive ao EXMO Presidente da República, que diz o seguinte:

 

“ORDEM NA CORRUPÇÃO, PROGRESSO NAS INJUSTIÇAS E O VERDE, AMARELO, AZUL E BRANCO É O QUE USAMOS NA CARA COMO PALHAÇOS BRASILEIROS EM BUSCA DE DIGNIDADE, JUSTIÇA E CIDADANIA”.

 

Atenciosamente.

 

José Américo C. Neves

O Texto acima é de inteira responsabilidade de quem os envia e assina.

Clique Aqui Para Voltar

Para Voltar Clique no Logo Acima